Leite longa vida (UHT) tem soda cásutica?

É comum encontrarmos pessoas que afirmam que leite de caixinha é ruim pra saúde, por conter soda cáustica, que é corrosiva e tóxica. De tanto ouvirmos isso, resta a dúvida: tem mesmo? Pela lei, o uso de soda cáustica é proibido no leite (Ainda bem!). No entanto, uma operação de fiscalização detectou em 2013 que algumas marcas teriam adulterado seu leite, adicionando principalmente soda cáustica à fabricação.

Leite UHT tem mesmo soda cáustica?

Para que serviria a soda cáustica?
Quando há problemas na logística do leite, e o leite acaba ficando tempo demais fora da refrigeração, ou mesmo acaba vencendo antes de ir para a fábrica, o leite sofre ação de bactérias. Esses microrganismos acabam agindo e formando compostos ácidos, que dão um sabor azedo característico do leite “estragado”. Para maquiar essa acidez e o sabor desagradável que denunciariam o leite ruim, alguns produtores mal intencionados adicionavam uma pequena quantidade de soda cáustica no leite estragado, pois sendo a soda cáustica um químico “básico” (alcalino), ela reage com os ácidos gerados pelas bactérias, neutralizando-os. Isso faria com que o consumidor não conseguisse sentir o azedo no leite.

Dá pra perceber a adulteração?
Para os paladares mais apurados sim. Isso porque a soda cáustica altera o sabor do leite quando utilizada em certas quantidades. Além disso, quando o leite estraga, não é somente o sabor azedo que surge, mas só a acidez é mascarada pela soda. Basicamente, se você sentir que o leite não está com um sabor muito típico, nem muito agradável, é recomendável trocar a marca do leite.

Devo evitar o leite de caixinha?
Não. O problema não está no fato de estar em uma caixinha. A fiscalização está mais intensa, mas devemos prestar atenção às marcas que compramos, evitando as que apresentam sabores eventualmente desagradáveis. Mesmo os leites tipo A e B poderiam sofrer o mesmo nível de adulteração, mas devido ao seu maior nível de controle e fiscalização, os riscos da adulteração são consideravelmente menores. Para saber a diferença, leia aqui nosso artigo: Diferenças entre leite A, B e UHT.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email