Zamioculca – Zamioculcas zamiifolia

zamioculcas

Zamioculcas zamiifolia

A Zamioculca vem se tornando uma das plantas mais queridas para o uso em ambientes internos, pois ela suporta condições de baixa luminosidade, e também aguenta certo descuido. A planta é originária da Tanzânia e Zanzibar.

Cultivo
Possui um crescimento lento e suporta desde ambientes de baixa até locais de luminosidade mais alta. Deixe a planta em local iluminado, mas evitando ao máximo o sol direto, que pode provocar queimaduras nas folhas.

Mantenha a planta um pouco mais úmida em locais de alta iluminação. É preferível pecar pela falta ao excesso d’água. Deixe a terra secar bem entre as regas em ambientes menos luminosos; regas em excesso podem causar amarelamento das folhas. Reduza as regas ainda mais durante o inverno. Na realidade, a planta forma umas “batatas” junto às raízes, o que facilita a armazenagem de água por ela.

Lave as folhas com o auxílio de uma mangueira, para que suas folhas se mantenham brilhosas e limpas. Retire as folhas e ramos mortos periodicamente. O melhor solo para ela é o bem drenado e com boa quantidade de matéria orgânica.

Como reproduzir a planta?

reproducao zamioculcas
Sua reprodução é feita por sementes, por divisão de touceiras, ou por estacas de suas folhas (cortando na base da planta, conforme a foto ao lado). Apesar de muito prática a técnica de estacas, o enraizamento leva muito tempo, tomando de 6 a 8 meses.

 

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email