Vinho suave tem adição de açúcar?

Os vinhos suaves são os mais consumidos pelos brasileiros, pois além de possuírem sabor bastante adocicado, também chegam com preços bastante acessíveis. No entanto, a maioria das pessoas pensa que o vinho é doce porque a uva é doce, mas isso normalmente não é verdade. Você verá neste artigo um pouco mais de como funciona a produção desses vinhos.

Vinhos suaves, ou doces, são geralmente adoçados com açúcar

que define o vinho suave?
No Brasil, a classificação dos vinhos é regrada por leis e decretos, que caracterizam cada tipo de bebida. O vinho suave, que também pode ser chamado de vinho doce, é caracterizado basicamente por ter bem mais açúcares que o vinho seco, podendo conter de 25 a 80 gramas de glicose (açúcar) por litro. Já o vinho seco pode possuir só até 4 gramas de glicose por litro. O que vinho que fica entre essas duas categorias é chamado de meio-seco, ou demi-sec.

Para que o vinho fique tão doce, no Brasil geralmente é adicionado açúcar depois que o vinho está pronto, em quantidades que poderiam te assustar. Se você ler o rótulo com cuidado, você verá que quando há açúcar adicionado, ele precisa ser discriminado nos ingredientes.

A uva já não é doce?
Sim, a uva utilizada na produção do vinho precisa ser doce. No entanto, a produção do vinho é feito através de um processo pelo qual o “suco da uva” passa, chamado de fermentação, que nada mais é que a transformação de açúcares em álcool. Ou seja, o açúcar da uva é quase todo convertida em álcool durante o seu processo de produção, o que deixa o vinho resultante com pouco açúcar restando.

Alguns vinhos suaves são feitos interrompendo-se a fermentação no meio, o que geralmente não é feito no Brasil. Parando a fermentação no meio, só parte do açúcar foi convertido em álcool, criando um vinho adocicado e pouco alcoólico. Esse tipo de vinho é comum nos EUA.

Vinho suave é ruim então?
Não é verdade. Tudo depende do seu gosto. Se o sabor doce te agrada, o vinho é bom pra você. Claro que para a saúde, o ideal é reduzir a quantidade de açúcares ingeridos, mas o mesmo você deve considerar para o álcool.

O mais importante é estar ciente do que você está levando à sua mesa, seja adoçado ou não.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email