Por que o tomate fica tão caro às vezes?

Você com certeza já se deparou com algumas mudanças bruscas e repentinas nos preços do tomate. Mas muitos se perguntas: O que acontece com o preço dos tomates? Na realidade, o preço flutua tanto devido a determinadas características da produção e comercialização, que favorecem essas alterações bruscas de preço.

Os preços de tomates variam mais de 100% em poucos dias.

Veja as principais delas:

  • A produção de tomate é altamente suscetível ao ataque de doenças causadas por fungos, que atacam mais em épocas úmidas e chuvosas. Ou seja, se chover muito, a produção pode ser devastada por essas doenças.
  • Os tomates não suportam estocagens longas. Ao contrário de produtos como a maçã ou a batata e cebola, o tomate não pode ser estocado por muito tempo. Ele logo fica “passado” e não serve mais para ser vendido fresco. Ou seja, se a produção for ruim, não há nada guardado para abastecer o mercado.
  • Tomates frescos fazem parte da mesa de quase todos os lares brasileiros, e quase todos os dias. Mesmo com o preço mais alto, as pessoas não reduzem tanto assim o consumo dos tomates, o que faz com que a lei da demanda e oferta faça os preços subirem ainda mais quando a quantidade ofertada diminui. Ou seja, quando há pouco, todo mundo continua querendo muito, gerando uma subida dos preços
Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email