O que é o Aquecimento Global?

O aquecimento global é um assunto de grande relevância nos dias atuais. É preciso conhecer bem o que está acontecendo antes de tomar decisões. Aqui nós te explicaremos como funciona o processo, principalmente do efeito-estufa.

O que causa o aquecimento global?
O planeta possui oscilações normais de temperatura ao longo dos tempos, com altas e baixas. Nos últimos anos, pudemos observar um aumento significativo na temperatura de todo o planeta, o que vem preocupando os especialistas em clima, já que ocorre em um ritmo muito acelerado. A causa mais provável do aquecimento é o efeito-estufa, pois a concentração de carbono na atmosfera tem aumentado junto à temperatura do planeta.

Explicativo sobre o efeito estufa (inglês)

Explicativo sobre o efeito estufa (inglês)

O que é o efeito-estufa?
É o processo de reflexão da radiação solar, causando aumento da temperatura do planeta. Essa reflexão é causada por uma barreira formada por diversos gases, sendo o gás carbônico o mais importante.

Ao contrário do que muitos pensam, o efeito estufa é um processo essencial para a vida no planeta Terra, pois sem ele o planeta teria temperaturas tão baixas que a tornaria inabitável. Sendo assim, uma certa quantidade de gás carbônico é essencial na atmosfera, sendo que seu excesso causaria um aumento excessivo na temperatura. E é exatamente isso que temem os cientistas.

Afinal, de onde vem o gás carbônico da atmosfera?
O planeta possui um certo número de átomos de carbono, que são indestrutíveis e indivisíveis, mas são transformáveis, assim como qualquer outro átomo.
São tantas inúmeras as formas com as quais podemos encontrar os átomos de carbono, dentre elas estão: Gás carbônico, Metano, compostos do petróleo, além de muitos outros compostos orgânicos, presentes em todos os seres vivos do planeta.

A queima de combustíveis fósseis
O petróleo é na realidade um super concentrado de compostos de carbono, sendo que grande parte do carbono do planeta se encontra nele, preso em seus compostos químicos. Esse carbono, preso há milhões de anos na forma de combustíveis fósseis, é o que possibilitou a redução do efeito estufa, possibilitando a vida no planeta Terra.

Não são somente as fábricas que emitem gás carbônico.

Não são somente as fábricas que emitem gás carbônico.

Ao queimarmos o petróleo e seus derivados, liberamos toda aquela alta carga de carbono, transformando-o principalmente em gás carbônico. Com isso, o planeta tende a sofrer um novo aumento drástico do efeito-estufa, voltando ao estado inicial do planeta, quando era inabitável devido às altíssimas temperaturas causadas pelo excesso de dióxido ce carbono (gás carbônico) na atmosfera. Como os combustíveis fósseis demoram milênios para se recomporem, são considerados não renováveis.

Outra parte considerável do carbono está presa nos seres vivos, em especial nas matas e nas algas e microrganismos marinhos. A queima ou decomposição destes libera o carbono preso nos seres vivos, transformando-os em gás carbônico, sendo liberado na atmosfera. Mas vale lembrar quando queimamos matas, basta replantarmos a floresta, que o carbono se prende novamente nos seres vivos, diferentemente dos combustíveis fósseis. (Sem considerar impactos ambientais)

Como combater o efeito estufa?
Muitos programas de controle do efeito-estufa têm sido realizados em todo o planeta. A maioria deles se baseia na redução da queima de combustíveis fósseis, bem como no plantio e conservação de reservas florestais.

Um dos principais acordos mundiais de combate ao aquecimento global é o Tratado de Kyoto, que regula a emissão de carbono nos países desenvolvidos e estimula ações ambientais em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento.

O Brasil é acusado muitas vezes de ser o maior poluidor, isso ocorre devido às queimadas que ocorrem principalmente na região amazônica nos meses de estiagem. Mas vale lembrar que a queima de material vegetal e animal é um processo reversível em termos de aquecimento global, diferentemente da queima de combustíveis fósseis, que é um processo irreversível.

Faça a sua parte. Difunda o seu conhecimento adquirido e colabore para um planeta melhor.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email