Minhas orquídeas não florescem. O que fazer?

Orquídeas não ficam constantemente floridas. Aliás, na maior parte do tempo, elas ficarão somente com as folhas. Se a sua orquídea está aparentando estar saudável, mas não floresce faz tempo, veja as dicas que o Site Cultivando separou para você.

Às vezes a orquídea demora a florescer novamente.

As orquídeas só florescem quando estão em boas condições. Flores demasiadamente estressadas, murchas, ou com deficiências nutricionais raramente irão florescer bem. Para emitir uma boa floração, as orquídeas gastam uma quantidade enorme de energia, que é acumulada durante o ano todo nas folhas, raízes e pseudobulbos. Se as folhas, raízes, ou pseudobulbos não estiverem saudáveis, a planta irá provavelmente evitar a floração para poupá-la do desgaste. Uma floração intensa em uma planta estressada pode levar a planta à morte.

Veja o que fazer para que a sua orquídea volte a florescer:

Forneça luz suficiente

Janelas costumam ser um bom local


Orquídeas precisam de muita luz indireta, pois elas precisam de luz para gerar energia suficiente para gerar novas flores. Países tropicais saem em vantagem neste aspecto, pois o sol é abundante nestes locais. Se a sua orquídea estiver sendo mantida em um ambiente interno, tente mantê-la o mais próximo possível de uma janela, preferindo sempre que possível o sol da manhã. Quanto mais luz indireta a orquídea receber, melhor. Se mantiver sua orquídea no jardim, mantenha-a debaixo de uma árvore, ou em um local onde haja pouco sol direto, mas bem iluminado.

Adube suas orquídeas
Para que as plantas cresçam saudáveis e tenham condições de florescer bem, adubar as orquídeas é sempre uma boa estratégia. Os adubos podem ser químicos (minerais), orgânicos, ou mistos. No caso do uso de adubos minerais, como o NPK, prefira utilizar dissolvendo-os em água, aplicando no substrato a cada 15 dias. Adubos orgânicos, como a torta de mamona, a farinha de osso e o Bokashi são muito bons, além de mais seguros. Adubos mistos podem ser encontrados em lojas especializadas, devendo ser aplicados conforme as instruções da embalagem. Mas seja cauteloso, pois o excesso de adubo mata mais do que a falta.

Prefira deixar fora de casa
Muitas orquídeas precisam de uma variação de temperatura para ativar o florescimento. Quando mantidas dentro de um ambiente fechado, a variação pode não ser suficiente, gerando um bloqueio do florescimento. Se isso não for possível, mantenha a orquídea próxima a uma janela entreaberta, para que o ar frio entre durante a noite.

O excesso mata as orquídeas mais que a falta d’água.

Regue sua orquídea moderadamente
Regas excessivas são uma das maiores causas de problemas para orquídeas. Apesar de originárias de regiões tropicais, em sua maioria, as orquídeas não toleram água em excesso. Muita água costuma sufocar as raízes e gerar apodrecimento das mesmas. Com raízes ruins, não há bom florescimento. Para saber o momento de regar não há método melhor: coloque o dedo no substrato a 2 centímetros de profundidade. Se estiver úmido, não regue. Regue somente quando o substrato já estiver seco. Leia o nosso artigo sobre regas de orquídeas para saber mais.

Seguindo todas essas recomendações do Site Cultivando, dificilmente sua orquídea deixará de florescer. Entretanto, em algumas regiões, certas orquídeas não conseguem florescer devido à falta de variação de temperaturas. Verifique com um orquidário ou casa de jardinagem da sua região se a orquídea que você pretende cultivar é capaz de florescer na sua região.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email