Dália (flor) – Dahlia híb

Pouco populares nos países tropicais, as Dálias são flores exuberantes bastante conhecidas nas regiões mais frias, podendo ter inúmeras cores e formas. Por preferirem climas mais frios, e exigirem um alto grau de manutenção do canteiro, as Dálias perderam um pouco do seu espaço nos jardins de baixa manutenção. No entanto, as Dálias são também excelentes como flor de corte, utilizada em diversos tipos de arranjos florais e buquês no mundo todo.

Onde plantar?
As Dálias podem não se dar muito bem em regiões muito quentes e úmidas, mas ainda assim crescem nessas regiões. Essas plantas também precisam ser plantadas em canteiros com sol pleno, e não podem ficar em locais que pegam muita sombra. O solo do canteiro deve ser bem fértil, com boa adubação, e com boa drenagem, evitando assim o acúmulo excessivo de água.

Como cuidar?
Essas flores preferem solos mais úmidos, e devemos regar profundamente quando o solo estiver bem seco. Se você acabou de plantar o bulbo, e ele ainda não cresceu, as regas deverão ser raras até que as folhas apareçam, evitando assim que você apodreça o bulbo. A terra deve ser mantida bem adubada, com boa quantidade de matéria orgânica.

Apesar de ser uma planta perene, normalmente as Dálias são encaradas como plantas anuais, sendo replantadas todos os anos. Quando as flores ficam grandes demais, é necessário amarrar as hastes em estacas, para evitar que elas caiam e se quebrem.

Como reproduzir?
As plantas das Dálias criam pequenos tubérculos, assim como as batatas. Esses tubérculos podem ser cortados e guardados para plantios no ano seguinte. O plantio também pode ser feito através de sementes, transferindo as mudas em seguida para os canteiros onde ficarão até florescer.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email