Compostagem – O que é?

Compostagem é um processo de “reciclagem” de materiais orgânicos, com a decomposição parcial de coisas que iriam para o lixo, gerando algo parecido com terra, sendo é usado como adubo nos jardins, hortas e vasos. Os restos de alimentos, e também o lixo gerado nas podas e limpezas do jardim possuem a composição nutricional ideal para as plantas, tornando-as aptas para fazermos adubos. Ao contrário dos adubos químicos, os adubos orgânicos são completos na composição nutricional, e melhoram as características do solo, ajudando na retenção de água e nutrientes, aeração, e características físicas.

A compostagem é na realidade feita pela ação dos microrganismos (bactérias e fungos) que irão se alimentar do material, gerando um produto semi-decomposto, chamado de húmus, ou simplesmente composto.

Composto orgânico pronto para uso no jardim.

Composto orgânico pronto para uso no jardim.

Não é só triturar o lixo?
De jeito nenhum. Antes de jogar uma quantidade razoável na terra, precisamos “curtir” o material, para que ele não prejudique as plantas. Se misturarmos o lixo diretamente com a terra, observaremos as plantas “queimarem”. Isso ocorre devido à atividade intensa dos microrganismos, que gera desbalanços de nutrientes. É claro, o problema vem pela quantidade que colocamos, pois um pouco de material não “curtido” sempre existirá na terra, sem prejudicar a planta.

Que tipo de lixo posso usar?
Dependerá de onde você quer fazer essa compostagem. Se você estiver em uma chácara, e mantiver a composteira longe de casa, você pode fazer com qualquer resto vegetal tanto da cozinha quanto do jardim. Se for em uma casa pequena, só recomendamos que você faça com folhas e gravetos, para evitar a invasão de insetos e mau-cheiro na sua casa. Se você morar em apartamento, sentimos muito, mas não recomendamos que você faça compostagem em casa. Nunca recomendamos a utilização de carnes e derivados, pois você poderá gerar um material de cheiro insuportável que atrairá larvas, insetos, e até mesmo urubus.

Como fazer a compostagem?
O principal fator para a compostagem é a aeração. Há 2 tipos de microrganismos:

  • os aeróbios, que ficam ativos na presença de oxigênio (esse que queremos).
  • os anaeróbios, que ficam ativos quando não existe oxigênio. Gera mau cheiro, chorume e fermentação. Esse é o processo de “apodrecimento” que conhecemos.

Para evitar a fermentação do lixo, devemos deixá-lo em um local bem aerado e ventilado. Fechar os resíduos em uma caixa não costuma ser uma boa ideia, apesar de muitos recomendarem isso. Caixas com lateral “vazada”, ou mesmo simplesmente fazermos uma pilha em um canto do jardim são as melhores alternativas, mas você também pode fazer o composto em um balde aberto. Só lembre que quanto menos ar passar pelo composto, mais lenta será a decomposição, e maior será a possibilidade de mau cheiro.

Compostagem sendo feita em um jardim grande.

Compostagem em caixa “vazada” sendo feita em um jardim grande.

Não recomendamos! Misturar só resíduos úmidos dentro de um tambor fechado. Isso apodrecerá.

ERRADO! Misturar alimentos úmidos dentro de um tambor fechado. Isso apodrecerá.

Para melhor aeração, em muitas fazendas assim é feita a compostagem.

Para melhor aeração, em muitas fazendas assim é feita a compostagem.

Uma dica para aumentar a aeração é misturar material seco, como restos de grama e gravetos, com o material mais úmido, como restos de vegetais e frutas da cozinha. Fique atento durante a compostagem: Se surgir mau cheiro, ou líquido escuro (chorume), a aeração está insuficiente.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email