Como fazer um terrário de suculentas?

Veja também o vídeo: Montando um terrário de suculentas 
Neste tutorial você vai aprender a montar um terrário de suculentas e cactos.

O terrário depois de pronto.

Terrários são normalmente feitos em vidros selados, sem abertura para a entrada ou saída de ar, o que mantém um ambiente bastante úmido e mais quente. Mas para montar terrários de suculentas e cactos, os terrários precisam ser abertos, já que essas plantas não suportam tanta umidade por tanto tempo.

Escolha o pote.
Escolha um vidro transparente, sem furos embaixo. Você pode usar também potes de azeitona, potes de acrílico, copos etc. 

Escolha o pote certo e limpe bem o vidro.

Limpe bem o vidro.
Antes de começar a plantar, lave bem o recipiente, e limpe bem com um pano com álcool, para tirar qualquer mancha de gordura ou resíduos impregnados nas paredes do vidro.

Coloque as pedras de drenagem.
Coloque pedriscos no fundo do vaso. Nesse terrário estou usando cascalho, que são pedras de rio quebradas, mas você pode usar outras pedras também. Essas pedras servem para drenar o excesso de água de uma rega, evitando que a terra fique encharcada e suas suculentas morram. Geralmente pedras um pouco menores ficam mais bonitas em terrários. 
Algumas pessoas colocam carvão ativado junto, dizendo ser para purificar a água, mas isso não faz grande diferença.

Coloque as britas e em seguida a manta cortada.

Antes de colocar a terra sobre o cascalho, o ideal é que você coloque uma camada de uma manta para vasos, ou tela (pode ser uma de mosquiteiro), ou mesmo um pedaço de pano velho. Corte um pouco menor que o diâmetro do recipiente, para ele não aparecer. Esta tela serve para que a terra não entre nos vãos entre as pedras, evitando que ela se misture e vá para o fundo do terrário durante as regas. Se elas se misturarem, a drenagem não vai funcionar, e a terra pode ficar encharcada demais. Tem gente que coloca areia para separar, mas não acho uma boa opção, pois eventualmente a areia também pode cair pro fundo do pote.

Coloque a terra.
A próxima etapa é colocar o substrato no terrário. O importante do substrato é que ele tenha uma boa drenagem, ou seja, quando você regar, a água deve passar através dele com facilidade. As suculentas não são muito exigentes em fertilidade, ou seja, desde que com boa drenagem, quase tudo funciona. Se a terra que você tiver for muito argilosa, você pode misturar uma parte de areia para uma de terra, criando um substrato adequado. Senão, você pode comprar um substrato pronto para uso, que já deve cumprir com a função.

Coloque a terra, deixando espaço para as plantas.

Complete com terra o terrário até no máximo metade da altura dele, por questões estéticas mesmo. A superfície não precisa ficar super nivelada. Deixar algum desnível pode até dar um ar mais natural a ele.

Plante as mudas.
Pegue a primeira muda, retire do vaso apertando levemente dos lados. Você pode retirar o excesso de terra em volta das raízes, mas não remova tudo, pois assim você estaria quebrando as todas as raízes da planta, o que pode até matar ela. Abra um pequeno buraco na terra, com os dedos, ou com uma pá. Coloque a muda e cubra as raízes com terra, com cuidado. Aperte um pouco a terra em volta, para tirar os espaços vazios e não deixar a planta “bamba”.

Plante uma a uma, fixando bem elas.

Faça o mesmo com as outras mudas. De preferência, deixe as plantas mais altas para o fundo, e as mais baixas na frente, para que o terrário fique mais bonito.

Enfeite seu terrário.
Se preferir, adicione pedriscos para esconder a terra, dando uma aparência diferente ao seu terrário. Esses pedriscos ajudam também para a terra não respingar nas plantas durante as regas. Espalhe os pedriscos com cuidado para não quebrar as folhas das suculentas, pois elas quebram com certa facilidade. Se preferir, espalhe com um objeto, como uma colher, ou caneta. 
Há pessoas que colocam pequenas miniaturas, criando mini paisagens mais lúdicas. Se quiser colocar, esse é o momento.

Enfeite com pedras e objetos para dar acabamento.

Agora é só limpar as bordas do terrário, garantindo que ele se mantenha bem transparente. Pronto! O terrário está terminado!

Regue seu terrário.
Regue o novo terrário bem lentamente, deixando a terra levemente molhada. Aproveite para molhar as folhas e tirar a poeira e restos de pedriscos. Molhe até que a água comece a aparecer nas pedras do fundo. Quando isso acontecer, pare. Vou falar sobre regas das suculentas em um outro vídeo.

Deixe em um local bem iluminado.

O local tem que receber muita luz.

Agora é só escolher onde você vai deixar o seu terrário. Se você deixar em um local muito escuro, as plantas vão começar a ficar compridas, mas fraquinhas, com aparência pouco saudável. Deixe o seu terrário em um local bem iluminado. É importante que o local receba um pouco de sol direto em ao menos parte do dia, ou que receba boa quantidade de luz difusa na maior parte do dia.

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email