Comida congelada estraga mesmo?

É comum colocarmos um monte de coisas no freezer e simplesmente esquecermos que aquelas coisas existem. Um dia encontramos o alimento, e ficamos na dúvida se podemos comer ou não sem ter uma dor de barriga. O fato é que por mais que tenhamos congelado a comida, todo alimento estraga, mesmo que congelado. Ele pode estragar mais devagar, mas ainda assim estraga. Entenda o que realmente acontece com a sua comida congelada, lendo esse artigo.

É comum mantermos o congelador lotado, e sem qualquer identificação.

Bactérias e fungos não morrem de frio.
Quando congelamos algo, os microrganismos que estavam lá praticamente não morrem. Na realidade, eles só ficam dormentes, ou em um atividade beem mais lenta que na temperatura ambiente. Quando descongelamos o alimento velho, aqueles micróbios se multiplicam milhares de vezes de forma muito rápida, o que pode gerar problemas sérios de infecção e intoxicação alimentar. Quando esses organismos se alimentam da nossa comida, eles podem gerar compostos tóxicos para nós, ou mesmo a própria bactéria ou fungo pode atacar o nosso corpo.

Reações químicas na comida.
O alimento continua a sofrer reações químicas que o deterioram. Essas reações são possibilitadas pela presença de substâncias chamadas “enzimas”, que continuam agindo mesmo no alimento congelado. Essas enzimas geram perda e alteração de cor, perda de nutrientes, e alteração de odor e sabor dos alimentos. Além disso, o contato com o ar gera reações indesejáveis, podendo deixa-lo rançoso, desidratado, ou mesmo impróprio para o consumo.

O problema também está no descongelamento.
Muita gente descongela as carnes deixando-as na pia durante o dia todo. Deixando os microrganismos com a sua comida na temperatura ideal para a multiplicação deles é um tiro no pé. Isso pode fazer com que o risco de você se intoxicar seja muito alto. O melhor método de descongelar é deixando a carne congelada dentro da geladeira por 12 a 24 horas. Dessa forma, a carne descongela e as bactérias não se multiplicam demais. Outra forma segura é utilizando o forno microondas.

Há freezers e freezers.
O ideal é armazenarmos em freezers ou congeladores que conseguem manter os alimentos a temperaturas menores que -32 graus Celsius. Mesmo congelados, os alimentos mantidos em temperaturas de -10 graus não duram muito, pois a atividade microbiana e das enzimas continua em uma velocidade ainda razoável.

Quanto tempo dura um congelado?
Depende muito do tipo de alimento, mas existem cartilhas que mostram as durabilidades médias dos alimentos congelados. Carnes moídas por exemplo, duram cerca de 3 a 4 meses, bifes duram de 6 a 12 meses, frangos frescos duram cerca de 1 ano. Já as carnes cozidas duram de 2 a 6 meses, e as pizzas só duram de 1 a 2 meses. Para ver a tabela completa em inglês da Food Safety Organizationm, clique aqui.

Fontes:
https://www.extension.umn.edu/food/food-safety/preserving/freezing/the-science-of-freezing-foods/
http://food.unl.edu/refrigerator-and-freezer-storage
https://www.uwyo.edu/foods/psa/food-storage-psa-2-10.pdf

Facebook
Whatsapp
Google+
Twitter
Follow by Email